Maria Ivone Vairinho e Poetas Amigos

Julho 14 2010

TEMPO DE BRUMA



Quando o sol se põe
Mais cedo que a hora,
Quando até nem nasce
E há sempre bruma,
Só a dor compõe
A alma que chora;
E a vida desfaz-se
No tempo que esfuma


Mais cedo que a hora
A noite vem fria;
Telhados de vento,
Bancos de jardim...
A alma se escora
Aguardando um dia
Que traga um alento
Que à dor ponha fim


Quando até nem nasce
A esp'rança que acalma
Nas noites que param
Ao frio, ao relento,
O corpo desfaz-se
Entristece a alma
As feridas não saram
Por fora e por dentro


E há sempre bruma
No espaço em redor;
Mentem os que falam
Dum mundo-harmonia;
(Palavras de alguma
Sebenta de cor
Mas que não embalam,
Trazendo apatia)


Só a dor compõe
Quem a dor só sente;
E crescem nos guetos
A raiva, a revolta...
Não vai lá ninguém
Que seja "outra gente"
Há receios, medos,
E nada os escolta


À alma que chora
Com falta de tudo,
De cama, de pão,
De roupa mais quente,
Ao corpo lhe aflora
Por vezes veludo,
- Têm coração
Que ama e que sente


E a vida desfaz-se
No tempo que passa...
A estrada é cinzenta
Não mostra equidade;
Como iguais se nasce,
Como igual se abraça,
Porque não se inventa
Maior igualdade?


No tempo que esfuma
Que se dê a mão!
O rico, em impostos,
Dê mais afinal
Que a Terra é só uma
E todo é irmão:
De dif'rentes rostos
Mas de olhar igual.



Joaquim Sustelo

 

publicado por tardesdeoutono às 21:28

Pronto! Fiquei sem palavras... e estas magníficas redondilhas de cinco sílabas métricas, um dia destes, quando eu menos esperar, ainda vão entrar no rol das minhas paixões estilísticas, vais ver!
Abraço gde!


Olá Maria João!
Obrigado pela leitura e apreciação que fazes. Estes poemas de 5 sílabas são interessantes. Um dia destes vou ver que as usas com a mesma mestria com que usas as 10 e as sete. A tua poesia é magnífica.
Um beijo
Sustelo

São mesmo magníficas, nas tuas mãos!
Abraço!

Lindo , espetacular ..parabéns !
Cecília
Cecilia Rodrigues a 19 de Julho de 2010 às 23:51

Agradeço, Cecília.
Beijinho
Sustelo

Este blogue está aberto aos co-autores e Poetas Amigos de Maria Ivone Vairinho
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
15
16
17

18
22
23

26
27
28
30
31


links
pesquisar
 
Tags

11 poemas inéditos de carlos cardoso luí(1)

25 anos app(11)

ada tavares(18)

adriano augusto da costa filho(39)

albertino galvão(11)

albina dias(18)

alfredo martins guedes(2)

ana luísa jesus(4)

ana patacho(3)

anete ferreira(3)

antónio boavida pinheiro(22)

app(5)

armindo fernandes cardoso(3)

bento tiago laneiro(5)

carlos cardoso luís(13)

carlos moreira da silva(2)

carmo vasconcelos(22)

catarina malanho semedo(2)

cecília rodrigues(48)

cláudia borges(8)

dia da mãe(8)

dia da mulher(9)

dia do pai(6)

donzília martins(8)

edite gil(68)

elisa claro vicêncio(4)

euclides cavaco(100)

feliciana maria reis(4)

fernando ramos(20)

fernando reis costa(3)

filipe papança(11)

frances de azevedo(2)

gabriel gonçalves(14)

glória marreiros(20)

graça patrão(6)

helena paz(15)

isabel gouveia(3)

jenny lopes(11)

joão baptista coelho(1)

joão coelho dos santos(7)

joao francisco da silva(4)

joaquim carvalho(3)

joaquim evónio(9)

joaquim sustelo(70)

judite da conceição higino(4)

landa machado(1)

liliana josué(45)

lina céu(5)

luis da mota filipe(7)

manuel carreira rocha(4)

margarida silva(2)

maria amélia carvalho e almeida(6)

maria clotilde moreira(3)

maria emília azevedo(5)

maria emília venda(6)

maria fatima mendonça(2)

maria francília pinheiro(3)

maria ivone vairinho(14)

maria jacinta pereira(3)

maria joão brito de sousa(69)

maria josé fraqueza(5)

maria lourdes rosa alves(4)

maria luisa afonso(4)

maria vitória afonso(8)

mário matta e silva(20)

mavilde lobo costa(22)

milu alves(6)

natal(16)

odete nazário(1)

paulo brito e abreu(6)

pinhal dias(9)

rui pais(8)

santos zoio(2)

sao tome(10)

susana custódio(15)

tito olívio(17)

vanda paz(23)

virginia branco(13)

todas as tags

blogs SAPO